23 de abr de 2012

Crepúsculo – graphic novel



Crepúsculo Graphic Novel
– vol 1-
Editora : Intrínseca


E então o leão se apaixonou pelo cordeiro...

Todo mundo que é fããããã da série Crepúsculo lembra dessa frase – e do momento em que ela é dita. Eu, que fui apenas leitora e admiradora do sucesso, não lembrava. Tendo lido a série há alguns anos, conseguia lembrar da história como um geral, mas não dos detalhes, e acredito que essa tenha sido a proposta da Stephenie Meyer em adaptar sua saga para o mundo dos quadrinhos: torná-la acessível tanto para os fãs (que podem consultar o livro para pescar as frases mais marcantes do enredo) quanto para aqueles que desconhecem a história, que não têm paciência para ler um livro de trezentas páginas ou mesmo aqueles que têm algum preconceito: aproximando-se primeiro da HQ, você tem uma ideia geral do que é a trama e, a partir daí, pode vir passar a curtir o livro também.
Além disso, o fato de Steph ter optado pela adaptação estilo mangá, em vez do traço mais comum nos quadrinhos, aponta o quanto ela é uma pessoa inteligente e totalmente responsável pelo sucesso de sua série: através do mangá ela aproxima a saga Crepúsculo ao público oriental, mundialmente conhecido como exímios devoradores de produtos comerciais. Ao colocar sua história moderninha e americana nos moldes japonês, Stephenie cria um vínculo com seu público, fazendo-o se identificar (ainda mais) com a história e, não à toa, ela escolheu uma profissional de lá daquelas bandas mesmo, e acompanhou o trabalho de longe, ou seja, sem ficar em cima dando pitaco, apenas sugerindo aqui e ali como poderia ser melhor adaptado.
Isso sim é inteligência!

Artigos Relacionados

0 comentários: