15 de mai de 2013

RT Convention – No final, tudo que importa é um pouco de romance



            Quantos livros você leu sobre um casal apaixonado? Ou quem sabe apenas com aquela tensão gostosa de gostar de alguém que talvez goste de você também? É verdade: todo mundo gosta de se apaixonar e viver grandes aventuras, por isso a revista RT Magazine tomou a iniciativa de criar uma convenção para reunir a todos nós, leitores, autores, editores num evento único no qual o principal objetivo é se divertir. Assim, há trinta anos a RT Convention vem rodando as principais cidades norte-americanas e canadenses, espalhando amor por onde passa.
            E este ano eles receberam a primeira visita oficial de uma brasileira: eu! =^.^=

            Durante os cinco dias de evento é impossível pensar em dormir. A programação começa cedo e rende até o início da noite... quando começam as festas! E quem disse que para por aí? Após a última dança, à meia-noite, todos os festeiros saem da pista e correm para o bar ou pro lobby do hotel, pra continuar a brincadeira. São quase vinte e quatro horas de contato direto com pessoas que te entendem, que dividem o mesmo amor por livros que você e que te dão o maior apoio porque sabem que tem muita gente que torce o nariz para isso. Ou seja, em poucos minutos você conhece dezenas de pessoas e se sente como parte de uma grande família.
            No primeiro dia eu andei para cima e para baixo com a camisa do Brasil. Tinha que mostrar a que vim, certo? O mais legal era que todo mundo parava para falar comigo e quando eu lhes dizia que também era escritora, eles ficavam maravilhados, pediam para tirar fotos comigo e a própria Katryn Falk, fundadora da RT, disse que eu fui a primeira brasileira a ir à convenção – e primeira escritora a fazê-lo também. Me senti uma astronauta!

            O objetivo é reunir pessoas de diversos ramos editoriais para fazer negócios, aprender e também para se divertir. Isso significa que você pode estar na fila do banheiro e dar de cara com seu autor favorito e vocês começarem a trocar uma ideia ali mesmo, ou então você pode estar pedindo um drink no bar e de repente o dono da mais importante editora no mundo te pergunta o que você faz da vida. Acreditem: é exatamente assim que acontece.
            Os painéis e mesas redondas foram bem distribuídos pela programação entre oficinas de escrita, palestras sobre assuntos específicos e mesas de pura descontração. Em um deles eu pude assistir Margareth Stohl, Veronica Roth, Kiera Cass, Colleen Houck e Richelle Mead todas juntas, respondendo perguntas dos fãs. E todas elas e um outro tanto de gente bacana participou da grande sessão de autógrafos no sábado. E dependendo do seu interesse, você tinha a opção de ver Sylvia Day falando sobre como criar personagens cativantes, aprender como a Harlequin escolhe os livros que quer publicar ou meramente ir para uma sessão de karaokê junto com alguns autores e os modelos de capa.
            Ah... os modelos...
            Definitivamente eles merecem um post só sobre eles, mas, com certeza, um evento desse porte precisa de uns gatinhos circulando por aí, né? Agora imagina como a mulherada fica....

            Como se não bastasse a semana perfeita em Kansas City, houve ainda um momento mágico, aquele que eu sonhei a vida toda para realizar e que, de repente, vem assim, quando se menos espera: a neve.
            Sim, nevou, em plena primavera em Kansas City, e enquanto a maioria das pessoas reclamava da queda de temperatura, como boa brasileira que sou, corri para o lado de fora e dancei e rodopiei que nem um filme da Disney. Ainda bem que havia alguém comigo para registrar o momento!
            Esse breve relato não é suficiente para dizer toda a minha gratidão às pessoas que me receberam com tanto carinho lá, e que ainda agora me mandam mensagens me pedindo pra voltar. A RT Convention é um verdadeiro conto-de-fadas que eu recomendo a todos, pois é aberta a qualquer pessoa que ame uma boa história, inclusive você, leitor. E você com certeza vai sair de lá mais apaixonada do que nunca, afinal, tudo o que importa nessa vida é um pouco de romance, certo?

Créditos das fotos: Fifth Element Studios

Artigos Relacionados

0 comentários: